Ateus acham erros na bíblia por que tiram textos do contexto?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ateus acham erros na bíblia por que tiram textos do contexto?

Mensagem  JavaNunes em Sex Abr 26, 2013 3:04 am

Ultimamente os crentes andam com um novo movimento que devem ter aprendido de algum guru evangélico americano, eles agora dizem que os ateus descobrem falhas na bíblia por que absolutamente tudo que é achado de errado na bíblia , é algo fora de contexto.

Baseando-se nessa teoria muito usada na atualidade, um jovem chamado David Wilian Oliveira de Sousa na rede social Google Plus, rival do Facebook, respondeu à afirmação de um usuário que disse estar na bíblia em Isaías 45:7 Deus assumindo que cria o mal, vejam o que ele responde:

David Wilian Oliveira de Sousa :
-- "O TEXTO E SEU CONTEXTO
A regra essencial para se entender um texto é este: o seu contexto (o que vem antes e depois no texto) tem que ser lido com igual cuidado.
Toda vez que se defrontar com um texto difícil, leia em torno do texto. Muitas respostas poderão ser encontradas.

1. Síntese do texto
Este texto se aplica a um contexto específico (LEIA O CAPÍTULO 45 TODO). O povo de Israel estava vivendo no cativeiro, mas especificamente na Pérsia, de que Ciro era o rei.
Deus, pela boca de Isaías, o chama de Messias do povo de Israel, enviado para libertar Israel. Deus age de modo estranho, para salvar seu povo. Deus iria usar Ciro, mesmo que o rei não tivesse ciência disto. Nesta passagem, o Senhor mostra que está no comando da história.
Especificamente no v. 7, Ele se apresenta como aquele que forma a luz e cria as trevas. Ciro e seu povo seguiam ao filósofo Zoroastro, que ensinava o dualismo. O deus da Luz tinha um inimigo: o deus das Trevas. É por que Iavé diz que criou tanto a luz quanto as trevas. Em outras palavras, Ele criou tudo.
Na segunda parte do verso, Deus vai mais além. Há várias versões e uma só afirmação: eu faço a felicidade e crio a desgraça; eu faço a prosperidade e crio o desastre (NIV); eu formo a felicidade e crio a tristeza (CEV); eu gero bem-estar e formo a calamidade (NASB); eu faço a paz e criou o mal (IBB-MMan, ASV, JPS, etc.).

2. Síntese do contexto
O povo de Israel (e nós também) precisava aprender de uma vez por todas que Deus está no controle da história. A história não é uma nau desgarrada, nem um avião sem piloto.
Assim, tudo o que existe, seja bom ou seja ruim, acontece pela permissão de Deus.
E atenção: Ele cria o mal, mas não o mal do pecado; o mal que Ele cria é o mal da conseqüência do pecado.
O mal de o povo estar no exílio foi indiretamente feito por Deus e diretamente realizado pelo homem com sua desobediência.
"


A minha resposta:
--" A velha lenga lenga do contexto: Eu nunca vi nenhum crente clamar o contexto total quando ele fala que levítico condenava a homossexualidade das pessoas. Mas voltando ao assunto, David, nem tudo é modificado pela exposição detalhada de um contexto, por exemplo:

"Gatos saltam e gostam de carne"


Eu não preciso ler um livro de veterinária felina todo para saber que a maioria dos gatos têm essas propriedades citadas acima. Logo não é toda a afirmação, que precisa de análise contextual.

Veja que por mais que você explique o trecho bíblico acima, em nenhum momento conseguiu evidenciar que isaias 45:7 foi uma força de expressão, uma figura de linguagem empregada por deus ou uma mensagem subliminar que queria dizer outra coisa. Mesmo vc explicando tudo, ainda não se refuta a idéia que deus tem poder para criar o mal para o homem, e não há o mal bom. Deus deixa bem claro que criou todas as coisas sendo assim, todas as coisas infelizmente todas as coisas,inclusive o pecado e cia. Afinal, não há crime se eu não crio quem tenha possibilidade de ser criminoso!

Uma coisa muito engraçada que vc disse: "E atenção: Ele cria o mal, mas não o mal do pecado; o mal que Ele cria é o mal da conseqüência do pecado."

Isso é o mesmo que dizer que o pecado existe sem a permissão do criador, ou seja, a existência do pecado é mais forte que o poder de deus, a existência do pecado seria verdadeira mesmo se deus não existisse. E para eliminar qualquer contra-argumentação tola da sua parte eu lhe pergunto: SE DEUS NÃO É CULPADO PELO PECADO E PELO MAL, EXISTIRIA MAL E PECADO SE DEUS NÃO TIVESSE CRIADOS AS CRIATURAS???????????

Ora bolas!
"


Resumindo, algumas frases soltas realmente podem ter sentido ambíguo , mas outras não.
Por tanto falar que todo erro achado na bíblia é falta de contexto, é no mínimo desprezo pela realidade.
avatar
JavaNunes

Data de inscrição : 12/06/2012
Idade : 38

Ver perfil do usuário http://ceboliceta.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum